• RH Bahia
  • RH Bahia

Bombeiros

07/01/2019 10:30

CBM intensifica ações e dá dicas para segurança nas praias

Com a chegada do verão e das altas temperaturas, as praias em Salvador ficam cheias de baianos e turistas. Para garantir a segurança dos banhistas, o 13º Grupamento Marítimo de Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (Gmar) está equipado para realizar serviços de busca e mergulho, resgates com tubo de salvamento e pranchão, além de executar procedimentos com moto aquática, bote inflável e quadriciclo.


Atuamos no socorro imediato, fazemos busca e resgate de cadáveres e de vítimas de afogamento primário, que é o caso mais comum, e o secundário, quando é causado por um incidente ou patologia. Nós agimos desde a praia de São Tomé de Paripe, seguindo pelas praias do Subúrbio, Cidade Baixa até a Pituba, por cerca de 40 quilômetros de orla”, explica o tenente Joel Adriano, do 13º Gmar.


O grupamento tem realizado trabalho preventivo nas praias da capital baiana com o objetivo de reduzir a quantidade de afogamentos. Os profissionais orientam as pessoas com dicas de como aproveitar os momentos de lazer em praias e clubes aquáticos de forma leve, segura e divertida, reforçando as práticas positivas para o verão saudável.


Se for entrar no mar, é importante tomar cuidado com o consumo excessivo de álcool, que compromete os nossos reflexos e tira um pouco de nosso senso de perigo. O ideal é que os banhistas fiquem sempre o mais próximo possível dos postos salva-vidas e se informem sobre o nível das águas. Outra questão importante é prestar atenção nas crianças, porque elas se perdem com facilidade”, acrescenta o tenente.


Para os banhistas, a presença dos profissionais do Gmar passa uma sensação de segurança, como afirma o turista mineiro Marcelo Machado. “A gente fica mais tranquilo. É claro que temos que fazer a nossa parte para prevenir uma situação de perigo, mas acidentes acontecem e, nesses momentos, a presença de um salva-vidas profissional é fundamental para evitar uma tragédia”.

Fonte: Tácio Santos | Secom

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.