• Programa Primeiro Emprego
  • RH Bahia

Apresentação

15/05/2018 13:20

Relatório de inteligência facilitou localização de líder de quadrilha

Um relatório do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIP) facilitou a localização do líder de uma quadrilha de furtos a bancos com atuação em todo o território nacional. Michel Pereira dos Santos tinha passagem por furto a instituição financeira, em 2013, no estado de Sergipe, e tinha mandado de prisão em aberto, no Mato Grosso. A quadrilha foi apresentada, no final da manhã desta terça-feira (15).


O criminoso agiu com outros três comparsas, todos do Mato Grosso, contra uma agência do Banco do Brasil, na Pituba, no último domingo (13). Depois da tentativa de furto, equipes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), da Coordenação de Operações Especiais (COE) e do DIP iniciaram a investigação. O criminoso estava sendo monitorado há três meses.

 

SSP

Foto: Alberto Maraux



Através de depoimentos, ações de inteligência e da localização de um carro clonado, modelo HB20, usado pelo grupo, os policiais civis chegaram em uma casa, na Praia do Flamengo. Alexandre Cosso Meza, Renan Cerilo Silva e Evandro Fernando de França Dias estavam no imóvel, com diversos equipamentos para cortar cofres e um bloqueador de frequências (inibe sinal de celular e congela imagens de câmeras de segurança) avaliado em R$ 50 mil.

"Sabíamos que Michel estava na cidade e, após a prisão do trio, chegamos até ele, no bairro da Palestina", explicou o coordenador do Grupo de Repressão a Roubos a Banco e Antisequestro do Draco, delegado Paulo Roberto Guimarães. Ele informou ainda que o quarteto participou de outra tentativa de furto a banco, na cidade de Dias D'Ávila e de um furto contra uma farmácia, em Feira de Santana.

 
 


SSP

Foto: Alberto Maraux


O delegado acrescentou que outros integrantes da quadrilha estão identificados e ações sendo realizadas para capturá-los. "Estamos pelo terceiro ano consecutivo com redução de ataque a banco na Bahia e continuaremos fechando o cerco", afirmou.

Fonte: Ascom/Alberto Maraux

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.