• Prêmio de boias práticas 2017
  • Programa de Estágio
  • Novas sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste

Ação

19/05/2017 12:50

Mais Cinema, Menos Drogas foi sucesso no Calabar

Nem o apagão elétrico nem a intensa chuva registrados na noite de quinta-feira (18), no bairro do Calabar, afastou as mais de 200 pessoas que foram para, até as proximidades da Base Comunitária de Segurança (BCS), assistir a exibição do filme 'Rio', dentro do projeto 'Mais Cinema, Menos Drogas' do Governo do Estado.


Enquanto a arara-azul 'Blu' dançava e cantava na telona, era possível ouvir as gargalhadas das crianças, que aprovaram integralmente a escolha da película. O toldo, utilizado na comemoração do sexto aniversário da BCS, na última terça-feira (16), foi mantido com o objetivo de dar mais comodidade aos espectadores. Utilizando guarda-chuvas e sobrinhas, a comunidade aproveitou bem o evento, com muita pipoca e refrigerante.


Calabar

A chuva não afastou a criançada


A bordo de um carrinho colorido, Gabriel Oliveira, 1 ano, se movimentava alegremente e dançava durante as cenas musicais do filme. O pequeno estava acompanhado de familiares, como Alex Cardoso, 36 anos, morador do Garcia, e da namorada Camila Silva Oliveira, 32.Através de Emily Oliveira, 16, participante das ações da BCS desde a sua implantação, todos conheceram as atividades ali desenvolvidas.


Amo filmes e os desenhos são os meus favoritos”, falou a estudante Kauane Bispo, 10 anos, que assistiu a primeira edição do projeto realizada em 2016 e aprovou a escolha da animação infantil.


A cuidadora de idosos Sônia Maria Borges, 54 anos, é só elogios para as ações executadas pela BCS, ao lembrar que um de seus filhos faz aulas de inglês e pratica judô nas dependências da unidade. Segundo ela, a chegada dos policiais ao Calabar melhorou muito a vida daqueles que ali residem e trabalham. “Eles fazem um lindo trabalho, tiram os meninos das ruas, do mundo das drogas e ajudam a transformar o bairro”, agradeceu.


Não há pagamento maior do que um sorriso no rosto de uma criança ou um 'muito obrigado' de um adolescente”, ressaltou a comandante da BCS, capitã PM Aline Muniz, entusiasmada com o sucesso da exibição do filme.


Fonte: Ascom/Marcia Santana

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.