• Prêmio de boias práticas 2017
  • Programa de Estágio
  • Novas sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste

Segurança Pública

20/04/2017 17:00

Polícia prende bandidos e reduz CVLIs em Jequié

Nos últimos meses a Secretaria da Segurança Pública (SSP), apoiada pelo trabalho das policias Civil e Militar de Jequié, têm intensificado as ações para prender criminosos, principalmente traficantes, reduzir o índice de homicídios e ampliar a sensação de segurança. No primeiro trimestre de 2017 houve uma queda de cerca de 8% no número de homicídios dolosos cometidos no município, além de redução também no número de roubos e furtos de veículos.


Em números absolutos foram duas mortes a menos entre os meses de janeiro e março, comparado com o mesmo período do último ano. De acordo com o titular da 9ª Coordenadoria de polícia do Interior (Coorpin), delegado Fabiano Aurich, em sua maioria, os assassinatos estão ligados ao tráfico de entorpecentes. Na terça-feira (18), durante a Operação Eremita, unidades da 9ª Coorpin e da Delegacia Territorial (DT/Jequié), chegaram a traficantes que captavam e mantinham jovens na venda de drogas.


Bruno Alves Santos, 18 anos, Darlei Costa Santos, 19, Cláudia Marques Gonçalves, 39, Rebeca Bastos Pereira, 29, foram presos na localidade do Caranguejo, bairro do Mandacaru. Todos tinham mandado em aberto e integravam o grupo de Ivan Marques Gonçalves, vulgo 'Nego Van', que continua foragido e gerência a boca para o traficante Paulo José dos Santos Pereira, o Paulo TG, preso em julho do ano passado.


As investigações revelaram que Nego Van, preso anteriormente e liberado pela Justiça, aliciava adolescentes para integrar o grupo criminoso, armando-os e fornecendo as drogas para serem comercializadas. Os componentes da quadrilha, e seus familiares, quando revelavam intenção de abandonar a criminalidade ou perdiam o armamento, sofriam ameaças de morte. Nego Van continua sendo procurado.


De acordo com o coordenador, com o apoio do serviço de inteligência foi possível identificar os principais homicidas que agiam no município. “Hoje temos 70% de resolução dos crimes com autoria e indiciamento dos responsáveis”, confirmou o Aurich. No primeiro trimestre deste ano foram cumpridos 11 mandados de prisão e remetidos à Justiça 57 inquéritos.


Crimes Contra o Patrimônio


A polícia, através da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), tem atuado também no combate aos Crimes Contra o Patrimônio, como foco maior na repressão a roubos de estabelecimentos comerciais. Recentemente, após descobrirem o plano e identificarem um bando que planejava roubar um estabelecimaneto comercial em Jequié, foi montada uma campana. A quadrilha foi acompanhada e parte dela desarticulada com as prisões de Lucas dos Santos Moreira, Genival Francisco dos Santos e Jailton dos Santos.


O 19º Batalhão de Polícia Militar, por sua vez, desenvolve atividades diárias para combater CVLIs, roubos e tráfico de drogas. Entre as principais operações estão: CVLI, Varredura, e Blitze.


O comandante da unidade, tenente-coronel Alexandre Motta Lima, explicou que os locais de abordagens são definidos após a análise da mancha criminal, em reunião semanal. “Nos três primeiros meses do ano, as ações resultaram na apreensão de 40 armas e em 41 ocorrências com apreensão de drogas”, falou.


Fonte: Ascom/Marcia Santana

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.