• Prêmio de boias práticas 2017
  • Banner Recadastramento do Servidor
  • SIGIP

Ação

09/02/2017 10:20

Draco desarticula quadrilha que fraudava o Sócio Esquadrão

Uma quadrilha que fraudava o programa de sócios do Esporte Clube Bahia foi desarticulada, nesta quinta-feira (9), por equipes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). Foram presos Gabriel Pereira Silva, de 21 anos, Ricardo Henrique Almeida da Silva, 25, Pablo Rodrigo Barral dos Santos, 22, Gilson Silva de Almeida Junior, 22, e Jailson Conceição dos Santos Junior, 22.


Todos eles integravam a torcida organizada Bamor e possuíam mandado de prisão temporária expedido pela Justiça, por organização criminosa e estelionato. Segundo o delegado Alexandre Narita, do Draco, o grupo aparecia nos arredores do estádio e até na casa dos torcedores com uma identificação falsa. “Eles ofereciam uma espécie de promoção para integrar o Esquadrão Torcedor, que é o clube de sócios do Bahia, e, com isso, possuir as vantagens de ser associado por um valor muito abaixo do real”, explicou o delegado.


O grupo utilizava cartões de crédito de pessoas desconhecidas para se cadastrar no clube, de modo online, e embolsavam o valor pago pelo torcedor. Quando o dono do cartão percebia, solicitava o estorno da cobrança, mas o novo membro acabava permanecendo como sócio por um bom tempo. Ainda de acordo com Narita, cerca de 400 pessoas foram enganadas pela quadrilha.


A investigação, que durou cerca de seis meses, identificou também a participação de mais duas pessoas Rodrigo Carvalho Teixeira, 25, e de Geovane Lima Silva, 23, este último integrante da torcida organizada Jovem do Galo, do Esporte Clube Treze, da Paraíba. Ambos possuem mandado de prisão em aberto. Todos os presos possuem passagem pela polícia por briga em estádios, sendo que Gilson também já foi preso por furto. Eles estão à disposição da Justiça.


Fonte: Ascom / PC

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.